O dia em que as redes sociais se transformaram em um arco-íris

julio-2

Hoje o dia estava nublado. Era um cinza carregado, que deixava os cômodos da casa e do trabalho escuros. Já o vento, estava cortante. Todos andavam pelas ruas encolhidos, com as mãos escondidas. O que seria uma sexta-feira normal – sem graça, até – se transformou em um dia de múltiplas cores e amores. No dia 26 de junho, as redes sociais se transformaram em arco-íris.

A essa altura, você já deve saber sobre o que estou falando, mas vou contar outra vez. Tudo começou com uma decisão histórica para os cidadãos norte-americanos: a Suprema Corte dos Estados Unidos legalizou o casamento homoafetivo em todo o país. Os 13 estados que proibiam o casamento entre pessoas do mesmo sexo não podem mais barrá-lo.

Essa decisão foi celebrada por todos os cantos. Pelas redes sociais, as fotos com ou sem filtro do Instagram foram cobertas por uma bandeira colorida. De repente, tudo se transformou em uma onda de respeito, apoio e felicidade. E, ó, foi bonito ver pessoas de diversos cantos unidas em prol do amor e de suas infinitas formas. É uma vitória que, apesar das fronteiras geográficas, é tão nossa!

Agora, 22 países permitem o casamento homoafetivo (e tomara que a lista continue crescendo, né?). O Brasil faz parte dessa estatística. Em 2013, uma resolução do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) obrigou os cartórios de todo o país a celebrar o casamento civil e a converter a união estável homoafetiva em casamento. Essa medida tornou mais efetiva uma decisão já tomada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) em 2011, que liberou a união estável homoafeitva. No entanto, o casamento igualitário precisa passar por uma votação no Congresso Nacional para se tornar lei. Na américa latina, Argentina (2010) e Uruguai (2013) também permitem a união.

Em maio deste ano, o mundo aplaudiu a Irlanda, o primeiro país a aprovar o casamento entre pessoas do mesmo sexo por meio de um referendo, com 65% dos votos. Em fevereiro, o presidente da Finlândia, Sauli Niinistö, assinou uma lei legalizando as uniões homossexuais, que deve entrar em vigor apenas em 2017. Já o primeiro país do mundo a legalizar o casamento homoafetivo, o divórcio e o direito de adoção de crianças por casais homossexuais foi a Holanda. Apesar de todos esses avanços, ser homossexual ainda é crime em 76 países.

Por aqui, o dia terminou mais frio ainda. Os agasalhos estão saindo do armário – e nós também! Espero que nossas mãos não fiquem mais escondidas e trabalhem para que não só as redes sociais, mas todo o mundo fique mais colorido, aconchegante e seguro para todos aqueles que só querem ter a liberdade de amar. O caminho ainda é árduo, mas a gente chega lá. Afinal, #LoveWins! ❤

Anúncios

Um comentário sobre “O dia em que as redes sociais se transformaram em um arco-íris

Comente ;)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s